Denotação e Conotação! Como distinguir?


Olá, pessoas, tudo certo? Hoje vamos tratar de um assunto bastante discutido, que gera muita dúvida... DENOTAÇÃO E CONOTAÇÃO... como eu consigo saber??? Se parecia difícil, eu prometo que não será mais...vocês irão perceber que não tem mistério algum para distinguir cada um deles.

Vamos lá!!! De forma bastante direta, sem perder tempo.

DENOTAÇÃO
Sentido literal da palavra, ou seja, a palavra conforme consta no dicionário.
D de denotação e D de dicionário, vocês não esquecemmais. Gravou um, o outro vai por eliminação.
Veja exemplos:
Ele está com a cara manchada. (Você entende que ele está com o rosto manchado).
O cachorro da vizinha é muito mansinho. (O animal é manso).

CONOTAÇÃO
Sentido figurado da palavra, ou seja, depende do contexto em que está inserido.
C de conotação e C de contexto. Agora vocês já sabem tudo.
Veja exemplos:
"Deus me fez um cara fraco, desdentado e feio." (Chico Buarque) - (Você entende que cara é o homem, pois está no sentido da frase, sendo entendido de acordo com o contexto).
Aquele homem é um cachorro. (Está numa linguagem conotativa, que de acordo com o contexto deixa a entender que se trata de um homem, por exemplo, mulherengo, infiel.

Muito bem!!! Agora vocês já entenderam tudo, ok? Façam seus comentários, me informem se gostaram deste post e digam o que pretendem ver por aqui que ainda não foi publicado.

Forte abraço,
Patrícia Meyer

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Próclise, mesóclise, ênclise... descomplicando!!!

Esclarecendo dúvidas